Citation: Anónimo (Bento Morganti) (Ed.): "Num. 14", in: O Anonymo. Repartido pelas semanas, para divertimento e utilidade do publico, Vol.1\014 (1752), pp. 105-112, edited in: Ertler, Klaus-Dieter / Fernández, Hans (Ed.): The "Spectators" in the international context. Digital Edition, Graz 2011- . hdl.handle.net/11471/513.20.4501 [last accessed: ].


Level 1►

N.°.14

Retratos do Hypocrita, e Antihypocrita.

Level 2► Tam agradado vim dos meus amigos, que logo no dia seguinte fuy dar outra vez com elles no mesmo sitio, e cumpriram à risca a promessa que me deram, pois ainda nam tinham principiado a discorrer. Comprimenteyos como pude, estimaram muito a minha pontualidade, e a companhia que lhe queria fazer; e quazi os vi em termos de me convidarem para seu socio, mas pareceme que descobrindo em mim huma pouca de inconstancia, mudaram de conceito até ver se eu [106] frequentava mais a meudo a palestra. Isto acabado voltei para o que ficava mais perto, e lhe disse: Dialogue► ora Senhor naõ percamos tempo, que ja os dias vaõ sendo mais pequenos, e estou impaciente para saber em que determinaõ VV. MM. falar hoje. A isto soltou o amigo huma rizada com modestia, e respondeu. Pareceme que a materia da hypocrisia em que hontem discorremos pode chegar tambem para hoje, ainda que deduzida por outra fórma igualmente verdadeira; porem mais divertida. Pois senhor, dissemos todos, vamos dando nestes Hypocritas, que he gente indigna, e odioza a Deos, e ao mundo e tudo o que a este respeito se disser por muito que seja sempre he pouco.

Eu entendo que todos VV. MM. se hamde (sic) lembrar de huma celebre Hypocrita que ha annos conciliou nesta corre huma grande estimaçam, por conta da sua fingida virtude; mas como isto he jà antigo quero referir o successo, para que todos se possam armar contra as fantasmas da hypocresia que andam tam frequentes entre nòs para enganar a opiniam commua. Exemplum► Saberam VV. MM. que esta Beata era huma mulher astucioza, que para se acreditar boa, se fez muito peor: mas com tudo achou hum meyo para que a reputassem huma virtuoza, ainda que na realidade era como aquellas figuras de papel pizado, que por fóra sam pintadas, e mostram huma excellente côr, mas por dentro sam vazias, e cheyas de pó, leves, e insubsistentes. Passava a mayor parte dos dias com afectadas molestias, fingindo fraquezas cauzadas da [107] grande abstinencia, mas quando chegava a noite, depois de dezembaraçada das vezitas, que julgandoa tam sabai como huma sibilla, recorriaõ a ella como a interprete das contingencias incertas, dava ordem a cear com grandeza na companhia das pessoas domesticas, que para serem educadas tinha à sua conta. As Senhoras (entre outras boas creaturas que lhe davam credito) concorriam credulas para a consultarem na perplexidade do que se lhe offerecia, e ella com sagacidade lizongeava com amfibologica industria as suas esperanças duvidozas. Mas como a rapoza tantas vezes passa pelo laço atè que de huma vez fica preza, assim socedeu a esta fingida virtuoza, caindo nas mãos da vigilante justiça, que procura desterrar, e piedozamente castiga a pravidade sacrilega, determinando penas condignas aos delictos de que toma conta: e compadecida por aquelle tam pio, como justo Tribunal, que tem tantos Argos quantos sam os juizes de que se compoem, ainda que cheya de culpas, as abjurou publicamente, e foy recolhida a hum perpetuo carcere aonde acabou a sua vida. ◀Exemplum Este foy o fim que teve esta sequaz da hypocrisia, e bom fora que todos os que profesam ainda que nam tivessem mais culpas do que esta, experimentasse o mesmo.

Agora eu desta vibora quero formar a triga da moralidade para fazer hum antidoto contra este mal tam perniciozo, oculto ordinariamente entre as rozas da modestia, entre os jasmins da candidez, e entre os Amarantos da immortalidade. Assento comigo em que senam deve dar credito [108] a pescoços tortos, porque ordinariamente torpeçam no caminho do espirito, e com quatro retalhos de muito ligeiras ostentaçoens, procuram parecer muito direitos. Muitas vezes tenho persuadido aos meus amigos, que fujam de semilhante peste tam prejudicial; sobre o que nunca he demaziada a advertencia quando ha redundancia do perigo: e que se guardem muito daquelles que mostram huma cara de Joab, trazendo debaxo da capa a aguda espada com que pertendem descarregar o golpe. Heteroportrait► Ainda que se vejam despreziveis, e mansos como cordeiros, deve haver muita cautela porque debaxo daquella candida pelle sam lobos crueis. Hum grande engenho costumava comparar hum hypocrita com hum romendam, o qual anda sempre com os çapatos rotos, ao mesmo tempo que romenda os alheos: e isto mesmo faz o hypocrita, que sempre quer com zelo apparente concertar os outros, tendo elle muito mais que remendar em si, e nos seus pessimos costumes. ◀Heteroportrait

Entre as regras que se podem dar para o conhecimento daquelles que professam huma virtude sofistica, bem podemos asignar huma muito geral, e que quazi nunca falta. Se virmos que a hum leve toque de contrariedade rebenta o peito de hum destes dissimuladores de bondade emprestada, bem se pode dizer que dentro delle ha huma mina de enxofre, como diz o Profeta: Citation/Motto► Tange montes, fumigabunt. ◀Citation/Motto Exemplum► E assim era aquelle celebre Hypocrita de Corintho, o qual costumava rezidir à porta do Templo para o profanar com a sua hypocrisia. Grande pescador de Dobras, mostrava que era [109] simples; e grandes simples formava abundantes compostos: lizongeava as Damas com palavras meliflulas, cultivava a sua assistencia com modos honorificos; ◀Exemplum mas se na boca lhe levava os favos, na lingoa tinha tambem contra o seu proximo penetrantes ferroens. Se observarmos que hum destes fingidos professores de espirito, naõ perde o costume de conversar com as mulheres, ainda que seja com o pretexto de ser seu Director, bem se podem argumentar duas cousas, e delas tirar huma consequencia em Dilemma. Ou que he hum lascivo a quem agrada o cheiro do sexo, ou hum ambiciozo, e intereceiro, que como o escaravelho, tira das rozas o alimento do regalo, e o succo do proveito, e em alguns he tudo junto. Nam pareça aspera esta consequencia, porque jà hum grande engenho do seculo passado; cujas obras foram, e seram sempre bem aceitas pela sua grande erudiçam, tirou o mesmo Dilemma, falando nesta materia.

Quanto mais se observarem rotos, e immundos; palidos, e tristes, bem se pòde inferir por verdade infalivel, que hum destes nam he inteiro no interior, mas sim muito dilacerado na virtude. Se a côr do rosto por muito semelhante à de bronze, he hum signal patognomonico de huma conciencia rigida, de huma alma cruel, e de hum coraçam de bronze; e hum destes bem se pòde dizer que naõ he homem, ainda que se veja adornado com a precioza imagem do Creador; porque nam he outra cousa mais que huma ovelha na apparencia, e hum lobo na realidade.

[110] Heteroportrait► He muito para rir, ver como estes hypocritas, segundo o seu estilo, andam sempre rotos, e despresiveis, introduzindo nos de facil crença, que a perfeiçam da virtude mistica consiste nesta pobreza, e desprezo exterior do Corpo: e de tal sorte persuadem esta maxima como verdadeira, que muitos mais a haviam de acreditar se nam soubessem que aquelles que possuem a verdadeira flor, e colhem o delicioso fruto de huma virtude sincera, mostram que sómente consiste na pobreza, e deligencia do espirito, e nam do corpo: isto he na humiliaçam sincera do animo, na exacçam da observancia legal, que aperta o coraçam com o laço dos Divinos preceitos, e no generozo desprezo das comodidades, e bens da terra. ◀Heteroportrait

Senhores meus (continou o amigo) aonde a virtude he verdadeira tudo se vê pelo contrario; porque nam he precizo ostentar o vestido roto, ou remendado; o rosto palido, nem austero; aparece o semblante sereno, e placido, pela tranquilidade do coraçam; os olhos alegres pela alegria do espirito; as faces por huma vergonhoza modestia bastantemente coloridas, mas nam vermelhas, ou palidas pela affectaçam do credito. Tudo isto assim aparece; porque o candor do rosto exprime a candidez do animo, e a pureza do sangue. A armonia das palavras, faz soar o concerto das paxoens, e a muzica dos pensamentos. Hum destes he verdadeiramente homem, porque sogeita o entendimento à razam, e vencendo os apetites tem nas mãos a palma do seu triunfo. Sofre as adversidades com a constancia, ainda que senta com a pena: desvia-[111]se dos caminhos occultos, e cheyos de lodo, e busca sempre as estradas mais sabidas, inda (sic) que mais asperas, e trabalhozas, porque sam as mais seguras. Nam ostenta com a extenuaçam artificial a mentida parcimonia do alimento, mas com a allegria do semblante confessa, que sustenta frugal esta vida caduca, em quanto lhe he necessario para que sirva a eterna. Nam poem o sentido no cabedal alheo, porq̃ fez divorcio com a ambiçam; aplicando se mais a ajuntar hum bom cabedal de solidas doutrinas, que hum grande peculio de dinheiro. Estima mais o presente de hum livro, que o convite de hum bom jantar; porque para hum destes he muito milhor alimento hum bom livro, com o que satisfas melhor o intendimento, ainda que fique o estomago faminto. Nam cuida na gloria mundana, porque sabe muito bem, que he hum sonho, que passa; huma lavareda de palha, que se converte em fumo; huma arrebatada corrente, que seca; hum relampago, que se desvanece; e hum trovam, que acaba: procura sim conservar a reputaçam illeza, armando-se contra as mordeduras de calumnia. Foge das honras, que a fortuna ordinariamente reparte aos cegos, porque muitos passam pelo que nam vem, e por isso nam dam passo em que nam tropecem. Abomina com fastozo desprezo as dignidades; porque de ordinario se vem destribuidas aos indignos, ou pelas deligencias da industria, ou pelos calculos da ambiçam, ou pelo ciume do Dominio, ou pela vehemencia do genio, ou pela paxam do Agente, ou pela conspiraçam da ignorancia... ◀Dialogue Aqui hia [112] tomando fogo o meu amigo, e fui conhecendo, que a paxam lhe puxava pela lingna (sic); acodi logo, e lhe botei agoa na fervura, dizendo, que como tinha falado só tanto tempo, estaria cançado de praticar nesta materia, e que voltassemos a outra, porque nam era justo, que se fosse com tudo ao cabo. Concordaràm os mais no mesmo, e baralhada a pratica entramos com as ultimas despedidas, e cada hum se foy recolhendo para caza levando muito na memoria estes dous retratos do Hypocrita, e Antihypocrita, que me parece nam deixam de estar muito ao vivo, e senam forem ao gosto de todos, cada hum os emende como melhor lhe parecer. ◀Level 2 ◀Level 1