Zitiervorschlag: Anónimo (Bento Morganti) (Hrsg.): "Num. 5", in: O Anonymo. Repartido pelas semanas, para divertimento e utilidade do publico, Vol.1\005 (1752), S. 33-40, ediert in: Ertler, Klaus-Dieter / Fernández, Hans (Hrsg.): Die "Spectators" im internationalen Kontext. Digitale Edition, Graz 2011- . hdl.handle.net/11471/513.20.4492 [aufgerufen am: ].


Ebene 1►

Num. 5

Discurço sobre os Curadores.

Ebene 2► Allgemeine Erzählung► Hum dia da semana passada me escreveo hum dos meus amigos da Corte sobre varios particulares de importancia, que eu lhe tinha deixado recomendado quando fui a ella ultimamente, e como he dos que me frequentam com a sua correspondencia, depois de me falar no negocio, me mandou tambem algumas novidades; e entre ellas me dizia, que a cada canto encontrava por Lisboa certos editais que tinham por titulo – Noticia – e legado da curiozidade lîa todos, e nam continham mais, que dizer: Zitat/Motto► Que Fulan, morador em tal parte, Doutor, ou Cirurgiam dáquem, e dálem [34] vendia com approvaҫam deste, e daquelle, huns bons remedios para isto, e para aquillo, com os quaes tinha feito aquellas, e aqueloutras curas, que obravam assim, e assado, de que podiam depor fulano, e sicrano, &c. ◀Zitat/Motto com cujo ostentozo aparato mostrava ser cada memorial daquelles, huma carta de seguro contra a morte, ou hum Alvará de prorogaҫam de tempo para a vida, sem que em toda ella tivesse o minimo detrimento a saude. ◀Allgemeine Erzählung

Fazendo sobre esta noticia huma pouca de reflexam nam posso deixar de dizer, que o dezejo da vida he huma paxam tam natural, e tam forte, que ha já muito tempo que me nam admiro de ver como se tem animado tanto entre nós a pratica da Medecina. Todos os Governos mais politicos fizeram sempre honroza, e conveniente a profissam de hum Medico. Exemplum► O Machaon de Homero, e o Japis de Virgilio, foram homens de huma grande reputaҫam, Heroes na guerra, e que pelo menos faziam tanta destruiҫam entre os seus inimigos, como entre os seus amigos. ◀Exemplum Os que nam tem mais que pouca, ou nenhuma fé na habilidade de hum destes Charlatanos, nam obstante isto se chegam a elle, ou seja porque o acham disposto a vender a saude por hum preҫo acomodado, ou porque muito semelhantes a hum homem quando se asoga, se pegam ao maes pequeno, e tenue ramo que encontram, persuadindo-se que com esta deligenica podem escapar do perigo, ou porque esperam receber algum socorro dos maes ignorantes, quando os maes doutos, e que reputam por maes sa-[35]bios lhe nam dam nenhum. Ainda que a impudencia, e a garrullidade sejam tam necessarias a hum destes Gallenos ambulantes, como he preciso hum vestido de differentes cores a hum graciozo, ou Bobo de Theatro, experimentariam muito pouca utilidade destas deligencias, se nam achassem alguma disposiҫam interior no enfermo que favorecesse as suas pertenҫoens. O amor da vida em hum, e o amor do dinheiro no outro formam entre elles huma boa correspondencia.

Apenas se conta huma unica Cidade grande onde se nam achem muytos destes Hypocrates, que a pertendem pôr debaxo da sua protecҫam, e que publicam estas arengas a o Povo, vendendolhe Aforismos, e enchendo-o de Receytas deste genero: mostrando que obra nelles maes a charidade para o commum, que a sua conveniencia, e interesse, dando huns sinaes evidentes de que a sua intenҫam he utilizar o publico em todo o sentido. Allgemeine Erzählung► A este Respeito me lembra ter lido, que em hum lugar de Inglaterra tres legoas distante de Londres apareceo hum destes zeladores do bem publico, e em hum dia disse ao seu Auditorio, que como devia o nacimento, e a educaҫam àquelle lugar, e dezejando mostrarse agradecido a elle, e a seus moradores, queria fazer prezente de hum cruzado a todos que o quizessem aceitar. Com varias arengas, e patranhas da natureza destes frequentes editaes, dispos os circunstantes a receberem hum tam grande beneficio; e tanto que os achou a geito, foi o tal Senhor Chimico destribuindo hum grande numero de certos papeli-[36]nhos a que dava diversos nomes todos especificos para varias queixas, dizendo, que o preҫo ordinario porque os costumava vender era oito tostoens, mas que em seu beneficio queria perder metade, e que se satisfazia com quatro, utilizando os compradores outros quatro, no que certamente lhe fazia prezente de hum cruzado a cada hum. Foi toda a veneravel Tropa de credulos aceitando esta offerta generoza, e assim se foi desfazendo de todos os seus remedios, convertendo para sy a utilidade do prezente que lhe offereceo, porque no fim elle he que se achou com os cruzados, e os pobres ignorantes com os papeis vazios, ou com couza que nam valia nada. ◀Allgemeine Erzählung

Há outra classe de pertendentes desta Arte, que sem andar a cavalo, nem cruzarem muito as ruas, estam metidos a hum canto, de donde annunciam ao Publico a sua grande capacidade, por estas Advertencias, ou Noticias impressas, que se encontram nos arcos da rua nova, e do Rocio, e pelas esquinas das ruas mais publicas desta Cidade. Estes parece que tomaram esta moda, do que uzavam certos Orientaes, de que fala Herodoto, entre os quaes havia huma Ley em que se ordenava que todas as vezes que alguem curasse hum homem de alguma infermidade, se fixasse em huma Praҫa publica hum descripҫam da sua enfermidade, e o methodo que se seguio para a sua cura. Mas como tudo neste Mundo degenera, estes Operadores modernos, se fortificam com testemunhas para fazerem [37] mais certos os effeitos dos seus remedios muitas vezes antes de os terem experimentado. Allgemeine Erzählung► Eu ouvi falar em certa occaziam de hum tratante, que serve de testemunha a hum destes Esculapios novos; que sem padecer em tempo algum a mais leve indispoziҫam, dizia que tinha sarado de todas as enfermidades, que se acham na Pharmacopea. Alem disto estes famozos Chimicos, Medicos, e Boticarios tem inventado toda a sorte de Elixires, Pilullas, e unturas, e tem por affronta grande se a elles se recorre antes que todos os maes tenham dezemparado o enfermo. Seus remedios sam infalliveis, e nunca deixàram de produzir o seu effeito; mas isto se deve entender, que nunca deixàram de enriquecer o Doutor, que esta he a infalibilidade, e de attirar com o doente na sepultura, que este he o effeito. ◀Allgemeine Erzählung

Allgemeine Erzählung► Por divertimento em hũa tarde que tinha pouco que fazer, entrey em huma caza de caffé das melhores da Corte, e achey por sima das bancas, e pregados pelas paredes de fora huma quantidade de semelhantes Advertencias, e noticias. Nelles achei quantidade de Elixires, de Pilullas, de Tinturas, de Fomentaҫoens Annodinas, de Ellectuarios, e em huma palavra nelles se liam muitos maes Remedios do que cuido sam as enfermidades. A vista de tantas invenҫoens nam pude deixar de me considerar como se estivesse no meyo de hum Arsenal, ou Armazem cheyo de todo o genero de armas excellentes para rebater todos os insultos exteriores, e interiores. Porque se o ini-[38]migo atacar pelo flanco, logo se acha huma guarniҫam infalivel contra o Pleuris; se atacar a cabeҫa, logo se encontra hum casquete impenetravel, ou para me servir dos seus termos proprios, huma Tintura cephalica. Se se attacar o corpo de Batalha logo se acham promptas huma quantidade grande de armas proprias para sustentar todos os assaltos; e felicitei o nosso seculo, da felicidade que se podia esperar nesta vida, por se achar de alguma sorte vencida a morte pelo meyo de todas estas drogas, e que as dores seriam de huma tam limitada duraҫam, que nam serviriam se nam de excitar o gosto na brevidade com que se achariam extintas. ◀Allgemeine Erzählung

Exemplum► Occupado nestas agradaveis idéas, infelismente me lembrou huma aventura de certo cavalheiro do ultimo seculo, que estando hum dia atacado de hum cruel accesso da Gotta, lhe veyo hum criado dizer, que na loge estava hum homem, o qual lhe vinha offerecer o seu prestimo; porque entendia tinha hum remedio infalivel para o curar. Logo que o Cavalheiro ouvio o recado, perguntou ao criado, se o tal homem tinha vindo a pè, ou em seje, e dizendolhe que estava a pè, sem mais demora respondeu: Dialog► Vai dizer a esse Embusteiro, que vá passear; porque se tivesse hum Remedio tam infalivel como elle vende, ha muito tempo que andaria em hum coche a seis cavallos. ◀Dialog ◀Exemplum E eu tambem concluo que se hum destes Advertentes, e Noticiosos tivesse chegado ao grao de excellencia, como se qualificam, nam teriam necessidade, no discur-[39]so de tantos annos de publicar a parte donde moram, nem as virtudes dos seus remedios. He sim verdade, que hum destes illustres Chimicos pertende ter hum especifico maravilhozo contra a fome, e contra a magreza. Eu nam sei que effeito tem obrado sobre os que o tem recebido; mas estou muito bem informado de boa parte, que tem tido grande consumo, e que effectivamente sarou ao mesmo Doutor deste defeito: e se elles nos pudessem offerecer hum tam bom exemplo do sucesso dos seus remedios, muito bem depressa por suadiriam os incredulos da sua grande capacidade.

Advirto por ultimo, que a maior parte das suas Advertencias, e noticias, convem na expressam de dizerem que, Zitat/Motto► com a benҫoa, e favor de Deos, ◀Zitat/Motto curam taes, e taes queixas. Esta expressam he sem duvida propria, e emphatica, porque se nam podem fundar em outra alguma cousa. Exemplum► E com effeito se tratarem de algum enfermo nam podem ter mayor parte na sua cura, que a que teve o Japis de que fala Virgilio sobre a enfermidade de Eneas: Teve hum assiduo cuidado em ter tratado da chaga; poz em obra tudo quanto sabia, e estes na verdade, foram os unicos meyos visiveis, que restabeleceram o Heroe; mas o Poeta affirma, que o particular soccorro de huma Divindade foi a principal causa daquelle effeito. ◀Exemplum

Fiem-se se quizerem muito embora os credulos destes ostentozos charlatanos, que eu, e outros do meu genio certamente nam hamde cair [40] na esparrella; e será muito mayor a lograҫam, se cahirem depois de advirtidos com o conselho, e com a experiencia, pois esta cada dia lhes mostra a certeza dos seus embustes, e só teram alguma disculpa os que achando-se em cazo desesperado de morrer o enfermo sem remedio, o acabem mais depressa de despenar em huma cama, por beneficio de hum destes Coadjurores da morte, sendo tenue a despeza, ou pelo mesmo a que dariam a hum coveiro para lhe abrir a sepultura. ◀Ebene 2

Lisboa:

Na Officina de Pedro ferreira, Impressor da Augustissima Rainha N. S. Anno de 1752.

Com todas as licenҫas necessarias.

Achar-se haõ estes papeis, e os mais, que se seguirem na mesma Impressam, e nas loges de Antonio Rodrigues na Rua Nova, e de Jozé da Costa defronte de Santo Antonio. ◀Ebene 1